quinta-feira, 20 de outubro de 2011

A piada que vale R$ 100 mil e seis meses de prisão


Como o nosso blog é de humor não poderíamos deixar de comentar o acontecido da última semana envolvendo o muito, Rafinha Bastos.

Na semana passada durante a transmissão ao vivo do CQC na Band, logo após Marcelo Tas fazer um comentário sobre a cantora Wanessa Camargo dizendo que ela estava "bonitinha" grávida. Rafinha soltou aquela que será a frase mais comentada dos próximos anos envolvendo a Wanessa: "Eu comeria ela e o bebê".

Pelo ocorrido Wanessa e o marido Marcus Buaiz entraram com um processo por danos morais contra Rafinha, avaliado em R$ 100 mil e ainda vão ajuizar uma ação criminal que pedirá três anos de prisão para o humorista.

O advogado Manuel Alceu Affonso Ferreira, que representa o casal, afirma que Rafinha pode ser condenado pelo crime de injúria, com pena prevista de seis meses à um ano, com agravante de até três anos pelo fato de a ofensa ter sido feita por meio da TV.

Rafinha já foi processado outras vezes por fazer piadas, um absurdo. O que ele faz na TV e o que fazemos nas nossas rodas de amigos, não é justificativa para abrir um processo.